<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=2736481836612313&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
Conheça nossos cursos
Conheça nossos cursos

Ensino Superior

Bacharel ou bacharela: que título vou receber depois da faculdade?

Mercado de Trabalho

Como funciona o período de experiência, de acordo com a CLT

Ensino Superior

Bacharel ou bacharela: que título vou receber depois da faculdade?

Por EAD CESMAC em Jun 15, 2022 6:13:05 PM | 7 min de leitura

Se você está cursando um bacharelado ou se preparando para ingressar em um, essa dúvida já pode ter surgido: afinal, é bacharel ou bacharela? Qual título uma pessoa diplomada em um bacharelado recebe?

Antes de respondermos de forma aprofundada essa pergunta, é importante ressaltarmos que as duas formas estão corretas e são aceitas.

Neste artigo, explicaremos mais sobre a lei que determinou o emprego obrigatório da flexão de gênero no grau dos diplomas e também traremos mais informações sobre o bacharelado.

Fique conosco e boa leitura!

Aqui você vai conferir:
Bacharel ou bacharela, qual o correto?
Como funciona o bacharelado
Diferença entre bacharelado, licenciatura e tecnólogo
O que vem depois do bacharelado?
Conheça os bacharelados da EAD CESMAC

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

Bacharel ou bacharela, qual o correto?

Tanto bacharel quanto bacharela existem na língua portuguesa. Ou seja, as duas formas estão corretas.

Contudo, até 2012, grande parte das instituições de ensino superior só emitia os diplomas com o termo “bacharel” para todos os estudantes, ignorando a possibilidade de flexão de gênero que a palavra permitia. Assim, a palavra “bacharela” não era adotada pelas universidades.

Isso só mudou com a Lei Nº 12.605, promulgada pela ex-presidenta Dilma Rousseff, em 2012.

De acordo com essa lei, tornou-se obrigatório o emprego da flexão de gênero para nomear profissão ou grau em diplomas.

Ou seja, a partir dessa lei, o gênero da pessoa diplomada passou a ser considerado na designação de profissão ou grau obtido, e o masculino não pode mais servir para generalização.

A lei estabelece ainda que as pessoas já diplomadas poderão requerer das instituições a reemissão gratuita dos diplomas, com a devida correção.

Assim, desde 2012, o termo bacharela começou a ser empregado pelas instituições de ensino superior.

Então, se você tem dúvida de qual título vai receber depois de terminar a faculdade, não se preocupe: ele vai estar de acordo com o seu gênero, podendo ser bacharel ou bacharela.

Como funciona o bacharelado

Agora que você já sabe que usamos tanto bacharel quanto bacharela, que tal conhecer um pouco mais sobre os bacharelados?

As graduações do tipo bacharelado são estruturadas com disciplinas que combinam conhecimentos teóricos e práticos.

Cada bacharelado tem uma carga horária de disciplinas obrigatórias e eletivas diferentes, dependendo das necessidades de cada curso.

Além de frequentar as aulas e participar de atividades acadêmicas, os estudantes que cursam bacharelados também precisam realizar um estágio e apresentar o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) para garantir o diploma.

bacharel ou bacharela - jovem alegre segurando diploma

Duração do bacharelado

Não existe um tempo de duração fixo para os cursos de bacharelado.

Cada graduação possui uma carga horária, o que faz com que os cursos possam ter diferentes extensões.

A duração média é de quatro anos. Contudo, existem cursos que podem ter de 3 a 6 anos de duração.

Normalmente, é possível conferir a extensão dos cursos no plano de ensino das universidades.

Como cursar um bacharelado

Para ingressar em um curso de bacharelado, é obrigatório ter o ensino médio completo e passar por um processo seletivo em uma universidade que ofereça essa formação.

Prouni, Sisu, vestibular tradicional, vestibular agendado são algumas das formas mais tradicionais de ingressar nas instituições de nível superior.

É possível cursar um bacharelado nas modalidades presencial, semipresencial e a distância.

>>> Quer uma bolsa para fazer um bacharelado EAD? Saiba como conseguir

Diferença entre bacharelado, licenciatura e tecnólogo

O bacharelado é um tipo de grau acadêmico, mas não o único.

Existem outros dois tipos de curso de nível superior: a licenciatura e o tecnólogo.

O bacharelado tem caráter mais generalista e prepara o profissional para atuar em diversas áreas dentro de uma profissão.

Conheça também as especificidades e diferenças em relação às outras formações:

Tecnólogo

Diferente dos bacharelados, os tecnólogos são mais voltados à prática da profissão, habilitando os estudantes para atividades mais específicas e focadas.

Em função disso, esse curso costuma ter menor duração (cerca de dois anos).

Nesse tipo de formação, a teoria fica em segundo plano, e as disciplinas técnicas ganham mais destaque.

Licenciatura

Já a licenciatura, possui uma estrutura mais semelhante a do bacharelado, mesclando disciplinas teóricas e práticas.

Contudo, a principal diferença é que a licenciatura prepara os profissionais para atuar como professores, envolvendo, assim, conhecimentos de pedagogia e didática nas grades curriculares.

Quanto à duração, a licenciatura também tem uma média de quatro anos.

>>> Leia mais: É possível mudar de faculdade no meio do curso?

O que vem depois do bacharelado?

bacharel ou bacharela - jovens com suas lapelas e diplomas para o alto

Depois de concluir o bacharelado, é possível ainda investir em uma pós-graduação.

A pós-graduação é uma formação complementar que permite expandir os conhecimentos e se especializar em determinada área de atuação de sua profissão.

Ela também é importante para quem quer seguir carreira acadêmica, pesquisando e se aprofundando nos estudos de determinada temática.

Existem diferentes programas de pós-graduação, e eles estão divididos em lato sensu e stricto sensu.

Pós-graduação lato sensu

  • Master in Business Administration (MBA)

O MBA é um curso de pós-graduação para quem deseja se especializar na área de gestão e de negócios.

É muito comum que profissionais da área da economia, administração e marketing, bem como empresários e gestores de outros campos, procurem por essa formação.

Esse curso pode ter de um a dois anos de duração, dependendo da área de especialização.

  • Especialização

Os cursos de especialização permitem que os estudantes ampliem seu conhecimento em determinado campo do saber, desenvolvendo ainda mais as suas competências e habilidades.

Existem especializações nas variadas áreas do conhecimento, desde a Engenharia até o Direito.

Por exemplo: um profissional formado em jornalismo pode se especializar em jornalismo esportivo, jornalismo digital, jornalismo literário, entre outros.

O principal objetivo da especialização é proporcionar conhecimentos e habilidades específicas para atuar em determinados nichos profissionais.

Esse tipo de pós-graduação costuma ter duração de um a dois anos e confere aos estudantes o título de especialista.

Pós-graduação stricto sensu

  • Mestrado

Os cursos de mestrado são indicados para aqueles que buscam seguir carreira docente no ensino superior e trabalhar com pesquisa acadêmica. O mestrado confere o título de mestre aos concluintes.

Para ingressar no mestrado, é preciso ter um projeto de pesquisa, no qual o aluno vai trabalhar por cerca de 18 a 24 meses, até apresentar a sua tese à banca examinadora.

Para produzir sua tese, o estudante conta com a ajuda do orientador, que é escolhido pelo aluno no processo de inscrição.

Essa pós-graduação exige muita dedicação e um dos pré-requisitos para ingresso é ter domínio de um ou mais idiomas estrangeiros.

  • Mestrado profissional

O mestrado profissional também confere ao aluno o título de mestre.

A diferença é que este confere conhecimentos para o mercado de trabalho. Ou seja, o objetivo é aplicar os conhecimentos adquiridos no curso em empresas públicas e privadas.

A vantagem do mestrado profissional é que o ingresso costuma ser mais fácil. Afinal, essa pós-graduação não tem tanta concorrência quanto o modelo tradicional.

Além disso, o mestrado profissional não costuma também cobrar um pré-projeto de pesquisa. Contudo, a dedicação precisa ser tão intensa quanto em um mestrado tradicional.

  • Doutorado

O doutorado é um curso feito normalmente depois do mestrado e é destinado para quem deseja se tornar um pesquisador acadêmico e professor de instituições de ensino superior.

Mesmo que não exista a obrigatoriedade de ter realizado um mestrado para ingressar nessa pós-graduação, quase todos os programas de doutorado exigem que os candidatos tenham feito mestrado anteriormente.

Os requisitos de ingresso são semelhantes ao do mestrado, porém, a duração do doutorado é de até 4 anos.

Ao final do curso, é preciso desenvolver uma tese de doutorado e apresentá-la para uma banca examinadora.

Conheça os bacharelados da EAD CESMAC

Está pensando em cursar um bacharelado? Conheça os cursos EAD e semipresenciais do CESMAC e comece hoje mesmo a sua graduação:

Não deixe de conferir também nossas opções de bolsas de estudos, você pode garantir até 100% de desconto no primeiro semestre. Confira as condições!

Use sua nota do ENEM para ganhar uma bolsa de estudos!

Ensino Superior

Veja mais conteúdos sobre EAD e educação

De volta à sala de aula: aumenta o número de idosos no Ensino Superior

Você sabia que existem 27 mil idosos no ensino superior brasileiro? E que esta faixa de idade é a que mais cresceu em ...
16 min de leitura

É possível mudar de faculdade no meio do curso?

Se você se sente desmotivado e está com dificuldade para prestar atenção nas aulas, certamente já se perguntou: afinal, ...
7 min de leitura

Mulheres na engenharia: inspire-se com a trajetória de 10 pioneiras

“Eu sempre quis ser engenheira, mas sentia como se mulheres não devessem estudar coisas como engenharia”. Essa fala é ...
9 min de leitura
Ver mais conteúdossobre Ensino Superior