<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=2736481836612313&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
Conheça nossos cursos
Conheça nossos cursos

ENEM

Compostos orgânicos e inorgânicos: o que são, diferença e exercícios [Química no Enem]

Mercado de Trabalho

Como funciona o período de experiência, de acordo com a CLT

ENEM

Compostos orgânicos e inorgânicos: o que são, diferença e exercícios [Química no Enem]

Por EAD CESMAC em Apr 18, 2022 5:01:28 PM | 10 min de leitura

Você sabe o que são compostos orgânicos e inorgânicos? Esses conceitos são fundamentais para se sair bem na prova de química do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). 

A prova de Ciências da Natureza e suas Tecnologias avalia o conhecimento dos estudantes nos campos da física, biologia e química. E um dos principais conteúdos cobrados nessa parte do exame é a Química Orgânica. 

Por isso, neste artigo, vamos falar mais sobre os compostos orgânicos e inorgânicos e como essa matéria pode aparecer no Enem. 

Continue conosco e descubra tudo sobre um dos principais conteúdos de química!

Aqui você vai conferir:
O que estuda a Química Orgânica 
Propriedades dos compostos orgânicos 
A classificação dos compostos orgânicos 
O que são os compostos inorgânicos 
As funções inorgânicas 
Diferença entre os compostos orgânicos e inorgânicos 
Questões de Química Orgânica do Enem para praticar

Descubra os segredos para tirar nota 1000 no ENEM!

O que estuda a Química Orgânica 

De forma simplificada, podemos dizer que a Química Orgânica é a área que estuda os compostos de carbono — também chamados de compostos orgânicos. 

Ou seja, é a parte da química que analisa a composição e as propriedades dos compostos que apresentam o carbono como principal elemento químico de sua constituição. 

Compostos orgânicos são moléculas formadas por átomos de carbono ligados por meio de ligações covalentes entre si e com outros elementos, como hidrogênio, oxigênio, nitrogênio, fósforo e halogênios.

A origem desse campo de estudos se deu no final do século XVIII, quando químicos começaram a se dedicar ao estudo das substâncias presentes nos seres vivos.

Antigamente, pensava-se que os compostos orgânicos apenas poderiam ser produzidos pelos seres vivos, como plantas e animais. Segundo esse pensamento, esses seres precisavam de uma "força vital" para serem criados. 

Já os compostos inorgânicos, correspondiam aos sistemas não vivos, como rochas e minérios.

Contudo, a criação de uma substância orgânica a partir de um composto inorgânico foi responsável por uma nova divisão na química. 

A partir disso, a Química Orgânica passou a ser definida como o estudo dos compostos de carbono, e a Química Inorgânica dos demais elementos químicos.

>>> Leia mais: Ciências da Natureza: definição e disciplinas

Propriedades dos compostos orgânicos 

Você já sabe que os compostos orgânicos têm o carbono como principal elemento, certo?

O que você provavelmente ainda não sabe é que esses átomos de carbono têm a capacidade de se unir e formar estruturas químicas chamadas de cadeias carbônicas.

Cada átomo desse elemento pode realizar quatro ligações covalentes e, assim, milhões de compostos podem se formar.

Mesmo com diferentes cadeias carbônicas, os compostos orgânicos compartilham algumas propriedades específicas. Abaixo, explicamos quais são:  

Combustibilidade

Praticamente tudo que sofre combustão é composto por carbono. Por isso, já na antiguidade os compostos orgânicos eram usados para gerar energia.

Não é à toa que o petróleo, um dos principais compostos orgânicos do nosso dia a dia, é tão usado nos combustíveis de automóveis e na indústria. 

Polaridade

Compostos orgânicos formados apenas por carbono e hidrogênio são, geralmente, apolares. Isso acontece devido à baixa diferença de eletronegatividade.

Contudo, se a molécula apresentar outro elemento químico, como oxigênio ou nitrogênio, a tendência é que essa molécula apresente uma certa polaridade.

Solubilidade

Moléculas orgânicas apolares não são solúveis em água. Elas se solubilizam apenas em solventes orgânicos, tanto polares quanto apolares. 

Por exemplo: uma mancha de graxa pode ser removida com a utilização de gasolina.

Já as moléculas orgânicas polares, como açúcar (C12H22O11) e vinagre (ácido acético - CH3CH2OH), podem se dissolver na água.

A classificação dos compostos orgânicos 

Os compostos orgânicos são divididos em três tipos. Confira quais são:

Hidrocarbonetos 

São as substâncias orgânicas que apresentam apenas os elementos carbono e hidrogênio em sua composição, como:

  • Alcanos
  • Alcenos
  • Alcinos
  • Alcadienos
  • Ciclanos
  • Ciclenos
  • Aromáticos

Funções oxigenadas 

São as substâncias orgânicas que apresentam o elemento oxigênio em sua composição, como:

  • Álcoois
  • Fenóis
  • Enóis
  • Aldeídos
  • Cetonas
  • Ácidos carboxílicos
  • Sais de ácidos carboxílicos
  • Anidridos
  • Éteres
  • Ésteres

Funções nitrogenadas 

São as substâncias orgânicas que apresentam o elemento nitrogênio em sua composição, como:

  • Aminas
  • Amidas
  • Nitrocompostos
  • Nitrilos
  • Isonitrilos
  • Sais de amônio quaternário

Funções sulfuradas

São as substâncias orgânicas que apresentam o elemento enxofre em sua composição, como:

  • Tiocompostos
  • Ácidos sulfônicos

Funções organocloradas

São as substâncias orgânicas que apresentam um ou mais halogênios (flúor, cloro, bromo e iodo) em sua composição, como:

  • Haletos orgânicos
  • Cloretos de ácido
  • Compostos de Grignard
  • Organometálicos

>>> Leia mais: Química no Enem: os conteúdos que mais caem na prova

composto orgânicos e inorgânicos - quadro com fórmulas de química escritas em giz

O que são os compostos inorgânicos 

Os compostos inorgânicos são substâncias que não possuem carbono coordenados em cadeias. Ou seja, são aqueles que têm origem principalmente no reino mineral. 

Os compostos inorgânicos são mais abundantes que os compostos orgânicos, representando cerca de 95% das substâncias da Terra. 

Eles são achados frequentemente na natureza, em forma de minerais, como é o caso do carbonato de cálcio (CaCO3), encontrado na forma de mármore.

Confira abaixo algumas características básicas desses compostos:

  • São formados por átomos ou uma molécula de pelo menos dois elementos diferentes;
  • Não possuem em sua estrutura átomos de carbono (há exceções) formando cadeias e ligados ao hidrogênio;
  • Possuem metais ou hidrogênio combinado com um não-metal ou um grupo de não metais; 
  • Realizam ligações químicas iônicas, covalentes ou de coordenação; 
  • Grande parte apresenta estado físico sólido. 

As funções inorgânicas 

Svante Arrhenius desenvolveu uma teoria que agrupa as substâncias inorgânicas de acordo com a semelhança entre elas. 

Sendo assim, as quatro funções são: ácidos, bases, sais e óxidos. Abaixo, explicamos um pouco mais sobre elas:

Ácidos 

Ácidos são compostos covalentes, ou seja, que compartilham elétrons nas suas ligações. 

Eles têm a capacidade de ionizar em água e formar cargas, liberando o H+ como único cátion.

As principais características dos ácidos são:

  • Sabor azedo.
  • Conduzem corrente elétrica, pois são soluções eletrolíticas.
  • Formam o gás hidrogênio quando reagem com metais, como magnésio e zinco.
  • Formam gás carbônico ao reagir com carbonato de cálcio.
  • Alteram para uma cor específica os indiciadores ácido-base (papel de tornassol azul fica vermelho).

Principais ácidos: ácido clorídrico (HCl), ácido sulfúrico (H2SO4), ácido acético (CH3COOH), ácido carbônico (H2CO3) e ácido nítrico (HNO3).

Bases ou hidróxidos 

Bases são compostos iônicos formados por cátions, na maioria das vezes de metais, que se dissociam em água liberando o ânion hidróxido (OH-).

As principais características das bases são:

  • A maioria é insolúvel em água.
  • Conduzem corrente elétrica em solução aquosa.
  • São escorregadias.
  • Reagem com ácido formando sal e água como produtos.
  • Alteram para uma cor específica os indiciadores ácido-base (papel de tornassol vermelho fica azul).

Principais exemplos: hidróxido de sódio (NaOH), hidróxido de magnésio (Mg(OH)2), hidróxido de amônio (NH4OH), hidróxido de alumínio (Al(OH)3) e hidróxido de cálcio (Ca(OH)2).

Sais 

Sais são compostos iônicos que apresentam, no mínimo, um cátion diferente de H+ e um ânion diferente de OH-.Um sal pode ser obtido em uma reação de neutralização, que é a reação entre um ácido e uma base.

As principais características dos sais são:

  • São compostos iônicos.
  • São sólidos e cristalinos.
  • Sofrem ebulição em temperaturas altas.
  • Conduzem corrente elétrica em solução.
  • Têm sabor salgado.

Principais exemplos: nitrato de potássio (KNO3), hipoclorito de sódio (NaClO), fluoreto de sódio (NaF), carbonato de sódio (Na2CO3) e sulfato de cálcio (CaSO4).

Óxidos 

Óxidos são compostos binários (iônicos ou moleculares), que têm dois elementos. Possuem oxigênio na sua composição, sendo ele o seu elemento mais eletronegativo.

As principais características dos óxidos são:

  • São substâncias binárias.
  • São formados pela ligação do oxigênio com outros elementos, exceto o flúor.
  • Óxidos metálicos, ao reagir com ácidos, formam sal e água.
  • Óxidos não metálicos, ao reagir com bases, formam sal e água.

Principais exemplos:: óxido de cálcio (CaO), óxido de manganês (MnO2), óxido de estanho (SnO2), óxido de ferro III (Fe2O3) e óxido de alumínio (Al2CO3).

Diferença entre os compostos orgânicos e inorgânicos 

Agora você já sabe o que são compostos orgânicos e inorgânicos, sabe dizer qual a principal diferença entre eles? Resumindo: é a presença ou não do carbono!

Compostos orgânicos, em geral, possuem carbono (C) em sua estrutura, enquanto os inorgânicos, não possuem este elemento. Essa é principal distinção entre esses dois grupos de compostos.

Questões de Química Orgânica do Enem para praticar 

Vamos praticar? Separamos abaixo uma lista de questões do Enem sobre Química Orgânica. Confira:

1 - (Enem/2014) Um método para determinação do teor de etanol na gasolina consiste em mistura volumes conhecidos de água e de gasolina em um frasco específico. Após agitar o frasco e aguardar um período de tempo, medem-se os volumes das duas fases imiscíveis que são obtidas: uma orgânica e outra aquosa. O etanol, antes miscível com a gasolina, encontra-se agora miscível com a água.

Para explicar o comportamento do etanol antes e depois da adição de água, é necessário conhecer

a) a densidade dos líquidos.
b) o tamanho das moléculas.
c) o ponto de ebulição dos líquidos.
d) os átomos presentes nas moléculas.
e) o tipo de interação entre as moléculas.

Gabarito: E

2 - (Enem/2013) A qualidade de óleos de cozinha, compostos principalmente por moléculas de ácidos graxos, pode ser medida pelo índice de iodo. Quanto maior o grau de instauração da molécula, maior o índice de iodo determinado e melhor a qualidade do óleo. Na figura, são apresentados alguns compostos que podem estar presentes em diferentes óleos de cozinha:

 

 

Dentre os compostos apresentados, os dois que proporcionam melhor qualidade para os óleos de cozinha são os ácidos

a) esteárico e oleico.
b) linolênico e linoleico.
c) palmítico e esteárico.
d) palmítico e linolênico.
e) linolênico e esteárico.

Gabarito: B

3 - (Enem/2013) As moléculas de nanoputians lembram figuras humanas e foram criadas para estimular o interesse de jovens na compreensão da linguagem expressa em fórmulas estruturais, muito usadas em química orgânica. Um exemplo é o NanoKid, representado na figura:

 

 

CHANTEAU, S. H. TOUR. J.M. The Journal of Organic Chemistry, v. 68, n. 23. 2003 (adaptado).

Em que parte do corpo do NanoKid existe carbono quaternário?

a) Mãos.
b) Cabeça.
c) Tórax.
d) Abdômen.
e) Pés.

Gabarito: A

4 - (Enem/2016) Nucleófilos (Nu–) são bases de Lewis que reagem com haletos de alquila, por meio de uma reação chamada substituição nucleofílica (SN), como mostrado no esquema:

A reação de SN entre metóxido de sódio (Nu– = CH3O–) e brometo de metila fornece um composto orgânico pertencente à função

a) éter.
b) éster.
c) álcool.
d) haleto.
e) hidrocarboneto.

Gabarito: A

5 - (Enem/2008) A China comprometeu-se a indenizar a Rússia pelo derramamento de benzeno de uma indústria petroquímica chinesa no rio Songhua, um afluente do rio Amur, que faz parte da fronteira entre os dois países. O presidente da Agência Federal de Recursos de Água da Rússia garantiu que o benzeno não chegará aos dutos de água potável, mas pediu à população que fervesse a água corrente e evitasse a pesca no rio Amur e seus afluentes. As autoridades locais estão armazenando centenas de toneladas de carvão, já que o mineral é considerado eficaz absorvente de benzeno. Internet: (com adaptações). Levando-se em conta as medidas adotadas para a minimização dos danos ao ambiente e à população, é correto afirmar que

a) o carvão mineral, ao ser colocado na água, reage com o benzeno, eliminando-o.
b) o benzeno é mais volátil que a água e, por isso, é necessário que esta seja fervida.
c) a orientação para se evitar a pesca deve-se à necessidade de preservação dos peixes.
d) o benzeno não contaminaria os dutos de água potável, porque seria decantado naturalmente no fundo do rio.
e) a poluição causada pelo derramamento de benzeno da indústria chinesa ficaria restrita ao rio Songhua.

Gabarito: B

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

 

ENEM

Veja mais conteúdos sobre EAD e educação

Estequiometria no Enem: conceitos, cálculo e exercícios para praticar

Você sabia que estequiometria é um dos conteúdos de química que mais aparece no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio)? ...
10 min de leitura

Tudo o que você precisa saber sobre ligações químicas [Química no Enem]

Em nosso dia a dia, temos contato com muitas substâncias, que se diferenciam em diversos aspectos. Cor, estado físico, ...
7 min de leitura

Como ler a tabela periódica [Química no Enem]

Já começou seus estudos de química para o Enem? Saiba que aprender a interpretar a tabela periódica é uma das ...
11 min de leitura
Ver mais conteúdossobre ENEM