<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=2736481836612313&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
Conheça nossos cursos
Conheça nossos cursos

Ensino Superior

Como funcionam as disciplinas optativas

Mercado de Trabalho

Como funciona o período de experiência, de acordo com a CLT

Ensino Superior

Como funcionam as disciplinas optativas

Por EAD CESMAC em Apr 25, 2022 12:00:00 PM | 6 min de leitura

Ao entrar na graduação, os estudantes se deparam com uma série de disciplinas que devem cursar para alcançar o sonhado diploma. E normalmente, essas disciplinas se dividem em três tipos: obrigatórias, eletivas e optativas.

O mais comum é que os alunos deem prioridade às matérias obrigatórias. Afinal, elas passam os conhecimentos essenciais para o exercício da profissão. 

Por isso, muitas vezes, as disciplinas optativas e eletivas acabam ficando de lado ou não sendo levadas a sério, o que pode prejudicar o futuro de diversos profissionais. 

A grande maioria dos cursos tem uma carga horária de disciplinas optativas, de acordo com as regras do Ministério da Educação (MEC). 

E isso não acontece por acaso: além do conteúdo base que as matérias obrigatórias oferecem, os estudantes precisam ampliar seu conhecimento e entender alguns aspectos de sua profissão de forma mais profunda. É aí que entram as disciplinas optativas.

Elas são essenciais para que o aluno tenha uma formação completa e esteja plenamente capacitado para atuar no mercado de trabalho. 

Neste artigo, vamos falar sobre o assunto, explicando o que são as disciplinas optativas e como escolher quais cursar. Continue neste artigo e entenda tudo o assunto!

Aqui você vai conferir:
O que são as disciplinas optativas no ensino superior 
Por que as disciplinas optativas são importantes?
A diferença entre disciplinas optativas, obrigatórias e eletivas 
Como escolher as disciplinas optativas 
Conclusão

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

O que são as disciplinas optativas no ensino superior 

As disciplinas optativas são um conjunto de matérias que complementam a formação acadêmica dos estudantes. 

Cada curso possui uma carga horária definida de disciplinas optativas. Ou seja, essas disciplinas fazem parte da matriz curricular do curso e são indispensáveis para o aluno se graduar. 

A diferença é que não é a universidade que determina quais optativas os estudantes devem fazer, muito pelo contrário. 

Como o nome sugere, a escolha dessas disciplinas fica a cargo do estudante, assim ele pode optar pelas matérias que considera mais relevantes para sua formação. 

Se o aluno quiser, inclusive, ele pode até mesmo fazer mais disciplinas optativas do que a carga curricular do curso exige. Isso fica ao seu critério. 

Normalmente, as universidades deixam a lista de disciplinas optativas disponível para os estudantes. Assim, eles podem conferir quais matérias optativas podem cursar ao longo da sua formação.

É possível se matricular nessas disciplinas em qualquer momento do curso, seguindo as regras de cada instituição de ensino. 

Por exemplo, algumas universidades dão prioridade para que alunos de um semestre específico se matriculem em determinada disciplina, por calcular que, a partir daquele momento, o aluno está pronto para adquirir os conhecimentos daquela matéria. 

Com isso, é possível que a universidade crie pré-requisitos para que o estudante curse determinada disciplina optativa. 

Já imaginou se um aluno do primeiro semestre de Engenharia já fosse fazer logo de cara uma optativa mais prática? Certamente, seu desempenho e aproveitamento da matéria não seriam os melhores.

É por isso que os alunos que estão no começo do curso costumam ficar em uma lista de espera, podendo cursar a disciplina optativa se sobrarem vagas, ou apenas quando atingirem o semestre ideal para aquela matéria. 

Por que as disciplinas optativas são importantes?

Além de ser pré-requisito para se graduar, as disciplinas optativas são uma ótima maneira do estudante ampliar seus conhecimentos.

Com essas matérias, os estudantes podem aprofundar suas habilidades em uma determinada área de sua preferência, podendo, assim, contar com uma experiência e conhecimento mais especializados.

Por exemplo: um estudante de Letras pode cursar disciplinas optativas em Linguística, Literatura, Ensino de Línguas Estrangeiras, entre muitas outras áreas. 

Esses conhecimentos mais específicos certamente vão ajudá-lo a se tornar um profissional mais completo e capacitado para atuar no mercado de trabalho.

disciplinas optativas - mulher de toga segurando o diploma

A diferença entre disciplinas optativas, obrigatórias e eletivas 

As disciplinas optativas, eletivas e obrigatórias compõem a grade curricular dos cursos de nível superior do país. 

A carga horária dos cursos de graduação, conforme definido pelo Ministério da Educação (MEC), é entre 2.400 e 7.200 horas. E essas horas são distribuídas em diferentes atividades ao longo do período de graduação. Contudo, a grande maioria é destinada às disciplinas.

Você sabe a diferença entre esses três tipos de matérias? Abaixo, vamos explicar:

  • Disciplina obrigatória 

Como o próprio sugere, essas disciplinas são obrigatórias para os estudantes concluírem a sua formação. 

Sem alcançar a média estabelecida nessas matérias, o estudante não consegue a sua titulação de nível superior. 

A disciplina de Fundamentos da Administração, por exemplo, é uma disciplina obrigatória do curso de Administração. 

  • Disciplina optativa 

As disciplinas optativas são disponibilizadas pelas faculdades como uma forma de ampliar a formação do estudante. 

Esse tipo de disciplina representa uma formação adicional sobre determinada área – o que pode auxiliar o aluno no processo de aprendizado.

É por isso que as matérias optativas apresentam congruência com a área de formação profissional escolhida, podendo representar aprofundamento de estudos em determinado campo dessa mesma área

Dependendo da área, há uma infinidade de disciplinas optativas, sendo a única possível limitação a oferta por parte da instituição de ensino. 

Exemplos de disciplinas optativas no curso Administração: Controladoria; Estratégia de Vendas, Prática Cambial; Processos de Importação e Exportação; Marketing de Serviços; entre outras.

  • Disciplina eletiva 

As disciplinas eletivas geralmente são aquelas escolhidas livremente pelo aluno entre as disciplinas dos demais cursos da instituição de ensino.

Como a própria palavra revela, o aluno elege as disciplinas que possam enriquecer a sua formação acadêmica ou profissional.

Essas disciplinas podem não ter nenhuma ligação com a formação profissional pretendida. Por isso, as matérias eletivas não fazem parte da carga horária exigida pelo curso. 

Contudo, muitas instituições autorizam que os estudantes aproveitem disciplinas eletivas como carga horária optativa. 

Um ponto importante é que os conceitos eletiva e optativa se confundem muitas vezes. 

Por isso, você pode ver algumas instituições de ensino utilizando os termos de forma contrária. Sempre informe-se corretamente na secretaria da sua instituição. 

Como escolher as disciplinas optativas 

Como o mercado de trabalho está em constante transformação, as disciplinas optativas são uma ótima oportunidade para adequar a sua capacitação às demandas atuais e aos seus objetivos de carreira. 

Por isso, é essencial escolher disciplinas que você realmente acha que vão agregar à sua carreira, e não aquelas que você considera fáceis ou mais tranquilas. É importante se desafiar e buscar sua melhor versão!

Além disso, pense em suas áreas de interesse. 

Durante a graduação, os estudantes se deparam com diversas possibilidades de atuação profissional. Mas, com certeza, você deve ter uma área que faz o seu olho brilhar. 

Por exemplo, se você estuda jornalismo e pensa em trabalhar no meio dos esportes, uma disciplina optativa de jornalismo esportiva é essencial para o seu currículo. 

Outra dica é avaliar a carga horária da matéria e se ela se adequa a sua rotina. Não esqueça que você também tem que cursar as disciplinas obrigatórias. 

Seguindo essas nossas sugestões, você certamente fará boas escolhas e se tornará um profissional ainda melhor após se formar.

Conclusão

Neste artigo, falamos sobre as disciplinas optativas. Se você gostou deste texto, não deixe de conferir os outros conteúdos sobre ensino superior do EAD CESMAC:

Ensino Superior

Veja mais conteúdos sobre EAD e educação

De volta à sala de aula: aumenta o número de idosos no Ensino Superior

Você sabia que existem 27 mil idosos no ensino superior brasileiro? E que esta faixa de idade é a que mais cresceu em ...
16 min de leitura

Bacharel ou bacharela: que título vou receber depois da faculdade?

Se você está cursando um bacharelado ou se preparando para ingressar em um, essa dúvida já pode ter surgido: afinal, é ...
7 min de leitura

É possível mudar de faculdade no meio do curso?

Se você se sente desmotivado e está com dificuldade para prestar atenção nas aulas, certamente já se perguntou: afinal, ...
7 min de leitura
Ver mais conteúdossobre Ensino Superior