<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=2736481836612313&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
Conheça nossos cursos
Conheça nossos cursos

Cursos EAD CESMAC

Designer de interiores: o que faz, áreas, curso e referências

Mercado de Trabalho

Como funciona o período de experiência, de acordo com a CLT

Cursos EAD CESMAC

Designer de interiores: o que faz, áreas, curso e referências

Por EAD CESMAC em May 12, 2021 12:00:00 AM | 25 min de leitura

Você gosta de pensar e projetar ambientes e está sempre antenado nas tendências de decoração? Venha conhecer o que faz um designer de interiores. Essa pode ser a profissão certa para você!  

O designer de interiores é o profissional que projeta espaços, móveis e peças de decoração, sempre buscando o conforto e a praticidade. Cores, texturas, senso de proporção, estética e ergonomia fazem parte do dia a dia da profissão.   

Neste artigo, vamos explicar mais sobre o que faz um designer de interiores, abordando as possibilidades de atuação, a perspectiva salarial e a formação acadêmica necessária.  

Confira:
O que é design de interiores? 
Qual a diferença entre designer de interiores, arquiteto e decorador?
O que faz um designer de interiores? 
Em quais áreas pode atuar?
Quanto ganha um designer de interiores?
Como é o curso de design de interiores? 
Designer de Interiores: programas de TV para se inspirar
6 softwares que os designers de interiores usam em seu dia a dia
Conclusão

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

O que é design de interiores? 

Antes de explicar o que faz um designer de interiores na prática, precisamos conhecer mais sobre o conceito.   

O termo design de interiores se refere a uma série de conhecimentos cenográficos e visuais para composição e decoração de ambientes internos.   

Ou seja, é a arte de planejar e organizar espaços, estabelecendo relações estéticas e selecionando os elementos que devem compor o ambiente.   

Mais do que projetar lugares visualmente agradáveis e harmoniosos, o design de interiores busca trazer conforto e praticidade para a vida das pessoas. Um dos principais objetivos da profissão é otimizar espaços residenciais e corporativos, tornando-os mais funcionais.   

Nesse sentido, o designer de interiores é o profissional habilitado a colocar todos esses conhecimentos e técnicas em prática, executando projetos para diversos tipos de ambientes.  

Qual a diferença entre designer de interiores, arquiteto e decorador? 

Quando pensamos em designer de interiores, é muito comum que outras profissões venham à mente, como arquiteto e decorador.   

Por mais que as três profissões tenham algumas similaridades, elas estão longe de ser a mesma coisa.   

O decorador é o profissional que se preocupa com a estética, trabalhando com elementos finais de um espaço, como tapetes, cortinas e tipos de mobília. Ou seja, sua função restringe-se à escolha de acessórios para o ambiente.  

Diferente do decorador, o designer de interiores, além de pensar a parte estética, também trabalha com a funcionalidade, a proporção e a harmonia do ambiente. Esse profissional está habilitado para trabalhar com questões de ergonomia, acústica, térmico e luminotécnica.   

O designer de interiores pode projetar móveis e espaços completos. Mas é importante pontuar que sua atuação se restringe aos ambientes internos.  

O arquiteto incorpora as funções do decorador e do designer de interiores. Além disso, esse profissional pode interferir em questões estruturais e de engenharia, como alvenaria e instalações elétricas e hidráulicas. Dessa forma, o arquiteto pode atuar tanto em projetos para espaços internos quanto para grandes edificações.  

O que faz um designer de interiores? 

Por mais que seja um ofício presente no mercado há pelo menos dez anos, a profissão de designer de interiores só foi regulamentada em 2017, com a lei 13.369.  

De acordo com o documento, compete ao designer de interiores funções como:  

  • Estudar, planejar e projetar ambientes internos conforme os objetivos e as necessidades do cliente, buscando otimizar o conforto, a estética, a saúde e a segurança; 
  • Elaborar plantas, cortes, elevações, perspectivas e detalhamento de elementos não estruturais de espaços, ambientes internos e ambientes externos contíguos; 
  • Selecionar e especificar cores, revestimentos e acabamentos; 
  • Criar, desenhar e detalhar móveis e outros elementos de decoração e ambientação; 
  • Prestar consultoria técnica em design de interiores; 

 As competências especificadas no documento nos permitem afirmar que o designer de interiores é um profissional muito versátil. Ele pode planejar e projetar diferentes espaços internos, incluindo elementos micro e macros do ambiente.   

Essa versatilidade torna o design de interiores uma profissão muito abrangente. Por isso, detalharemos no tópico a seguir as principais áreas de atuação.  

Em quais áreas pode atuar? 

em quais áreas pode atuar - mulher negra escrevendo em papel branco

O design de interiores é uma profissão que oferece oportunidades de trabalho em diversas frentes. Em função disso, os profissionais da área têm encontrado um mercado cada vez mais aquecido.   

Em tempos de apartamentos e residências cada vez mais compactos, as pessoas precisam de espaços bem projetados para garantir o conforto e a praticidade.  

Além disso, a pandemia da Covid-19 trouxe mudanças para o mercado de trabalho da profissão.  

Com as medidas de distanciamento social, as pessoas passaram a ficar cada vez mais tempo em casa, passando a olhar para o ambiente doméstico de uma forma diferente. Nesse contexto, cada vez mais pessoas têm investido em mudanças para tornar sua casa mais aconchegante e prática.   

Um ótimo exemplo para entender essa tendência é a startup ArqExpress, que oferece serviços de decoração e arquitetura. Em entrevista para o site Casa e Jardim, a empresa apontou que a procura por reformas cresceu 400% desde março de 2020.   

Além disso, uma pesquisa recente, divulgada pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), também reforça esse cenário. De acordo com o levantamento, entre 1º de março e 30 de abril de 2020, houve aumento de 23,61% no número de vendas online de móveis e itens de decoração.   

Embora esses aumentos tenham surgido pela situação de confinamento, a tendência é que o mercado permaneça aquecido.   

Nesse sentido, é indispensável que existam profissionais capacitados para atuar em diversas frentes de trabalho. Conheça algumas das principais áreas de atuação do designer de interiores: 

Decoração 

O designer de interiores pode planejar e propor mudanças estéticas em ambientes internos. Seu objetivo é harmonizar os elementos que compõem o espaço, levando em conta as necessidades e gostos do cliente.  

Paisagismo 

Nessa área, o designer de interiores planeja e executa projetos para locais externos como jardins, varandas e terraços. Sua principal função é encontrar os móveis, revestimentos e elementos naturais adequados para compor o ambiente.   

Desenho de móveis 

O profissional de design de interiores também pode trabalhar projetando móveis, criando peças personalizadas e funcionais. Os profissionais que atuam nessa área são muito procurados pelos clientes que buscam otimizar espaços e não abrem mão da qualidade material e estética.   

Gerenciamento e desenvolvimento de projetos 

O designer de interiores pode trabalhar tanto com gestão quanto desenvolvimento de projetos.   

Nessa área de desenvolvimento, os profissionais atuam desenhando plantas e maquetes e selecionando os materiais e medidas adequadas para executar a ideia do cliente.   

E para quem não quer colocar a mão na massa, a área de gestão de projetos pode ser atrativa. Nesse caso, o profissional orienta seus clientes na hora da compra de materiais, de fazer orçamentos e de contratar mão de obra.   

Consultoria 

Além de todas as possibilidades citadas acima, o designer de interiores também pode atuar como consultor. Nesse caso, os profissionais podem auxiliar escritórios de arquitetura,  construtoras ou até mesmo pessoas físicas a pensar e avaliar a viabilidade de projetos.  

Quanto ganha um designer de interiores? 

Depois de conhecer mais sobre áreas de atuação, é comum que surja a pergunta: afinal, quanto ganha um designer de interiores?   

A remuneração desses profissionais varia de acordo com sua experiência e nível de especialização na área. Confira os valores de acordo com o Educa Mais Brasil:  

JÚNIOR:  R$ 1.700 - R$ 2.500 

PLENO: R$ 2.000 - R$ 2.900 

SÊNIOR: R$ 2.300 - R$ 3.300 

Como é o curso de design de interiores? 

como-e-o-curso-de-design-de-interiores- mulher negra em frente ao computador

Se você se identificou com a profissão, saiba que o primeiro passo para entrar na área é começar o curso de Design de Interiores. Aprofundar os estudos é essencial para exercer a profissão e conseguir oportunidades na área.   

curso de Design de Interiores é tecnólogo e tem duração de dois anos. No curso do Centro Universitário CESMAC, os alunos aprendem a projetar ambientes, decorando, escolhendo móveis e encontrando a melhor disposição dos objetos. Tudo isso com objetivo de proporcionar conforto e praticidade para as pessoas que utilizarão o espaço.  

Durante os dois anos de graduação, os alunos terão disciplinas sobre acabamentos, mobiliários, ergonomia e conforto. Os formandos saem do curso de design de interiores com habilidades para projetar móveis e peças de decoração e para possibilitar otimização de espaços residenciais, corporativos e de eventos.  

A grade curricular conta com disciplinas como história da arte, linguagem visual, psicologia das cores, iluminação, cenografia, empreendedorismo e comunicação. Confira:  

1º Semestre 

Desenho Técnico e Perspectiva  

Estética e Expressão  

Projeto Integrador I-A  

TIC  

Cultura, Meio Ambiente e Ética  

Projeto Integrador  

AC 

 

2º Semestre 

Composição de Interiores  

Composição de Jardins 

Projeto Integrador II-A  

Computação Gráfica  

Pesquisa e Conhecimento 

Projeto Integrador II-B  

 ACGs IIA   

 

3º Semestre 

Desenho Projetivo  

Ergonomia e Materiais  

Projeto Integrador  III-A 

Detalhes Construtivos  

Modelagem Digital 

Projeto Integrador  III-B 

ACGs IIIA   

 

4º Semestre 

Gerenciamento do Trabalho e da Obra  

Modelagem 3D  

Projeto Integrador IV-A  

Tendências em Materiais e Revestimentos para Interiores 

Iluminação e Conforto Ambiental  

Prática Profissional Supervisionada | 90 HORAS  

ACGs IV-A 

Um dos pontos fortes do tecnólogo em design de interiores do CESMAC é a EAD. O curso é totalmente a distância, e o diploma é o mesmo do presencial.   

Além das mensalidades mais baratas, a EAD oferece a possibilidade de assistir às aulas on-line a qualquer hora e permite que o aluno estude nos horários disponíveis. 

Designer de Interiores: programas de TV para se inspirar

Que tal conhecer mais do universo do design de interiores antes de começar a sua graduação? Confira alguns programas de TV e séries para conhecer mais da área a seguir!

Irmãos à Obra (Discovery Home & Health)

Neste programa, dois irmãos gêmeos ajudam casais na busca e transformação da casa de seus sonhos. Confira o trailer de um dos episódios:

Mais Cor, Por Favor (GNT)

Neste programa, a blogueira e especialista em trabalhos manuais, Thalita Carvalho, usa todas as suas habilidades para ensinar a renovar espaços em apenas três dias. Confira o trailer de um dos episódios:

Incríveis por dentro (Netflix)

É uma série da Netflix que apresenta casas exóticas e com interiores incomuns. Uma ótima pedida para se inspirar e sair da caixa. 

serie-incriveis-por-dentro-netflix

Magos da Decoração (Netflix)

Neste reality show, aspirantes a designer transformam espaços sem graça em ambientes incríveis. A série está disponível na Netflix.

magos-da-decoracao-netflix

6 softwares que os designers de interiores usam em seu dia a dia 

Abaixo, apresentamos alguns dos principais softwares que auxiliam no trabalho dos designers de interiores. Confira:

1. Autodesk AutoCAD LT 

Esse é um dos aplicativos de software mais populares entre os designers de interiores, arquitetos, engenheiros, profissionais da construção e muito mais. Ele permite que os profissionais projetem, rascunhem e documentem desenhos precisos com geometria 2D. 

Além de disponível na versão móvel (como um aplicativo para celular), esse software também é compatível com os sistemas operacionais Mac e Windows, e a versão mais recente também oferece conectividade em nuvem, uma funcionalidade de medições atualizada e tempo de desempenho mais rápido. 

2. Autodesk HomeStyler

Esse programa possibilita a criação de plantas e a visualização 3D dos ambientes. Mas, um de seus diferenciais é a possibilidade de incluir imagens de cômodos que já existem.

Após incluir a foto, o usuário tem disponível uma galeria com inúmeros estilos de decoração prontos que podem ser personalizados para trazer inspirações.

Entre os objetos que podem ser incluídos estão móveis, tapetes, pinturas, espelhos, luminárias, entre outros. 

3. Promob Arch

Esse é um programa para designer de interiores totalmente 3D. Além de construir paredes, inserir módulos e calcular distâncias, o usuário tem acesso a alguns diferenciais.

Um deles é a possibilidade de criar uma animação onde o próprio cliente passeia pelo ambiente decorado – um ótimo recurso para encantá-lo e mostrar o diferencial do seu trabalho.

4. Infurnia 

O Infurnia é uma plataforma de design baseada na Web, permitindo que arquitetos, designers de interiores, clientes e fornecedores colaborem e interajam durante o processo de design.

Decore com móveis do catálogo de parceiros da Infurnia ou crie sua própria biblioteca de materiais, papéis de parede, hardware, eletrodomésticos, móveis e muito mais.

5. Live Home 3D Pro 

Com o Live Home 3D Pro, você pode criar com eficiência layouts precisos e mobiliar salas – ou um edifício inteiro. Após a elaboração dos planos 2D (importar e rastrear plantas ou desenhar do zero), o software converte automaticamente seu plano em 3D.

6. Sweet Home 3D

O Sweet Home 3D é um software para design de interiores gratuito e bastante intuitivo. Ele permite criar uma planta 2D com toda a distribuição dos móveis e visualizá-los em 3D.

O usuário pode desenhar as paredes do cômodo sobre um modelo pronto de planta baixa, e então arrastar e distribuir os móveis disponíveis em várias categorias.

Também é possível editar a cor, espessura e textura das paredes, além de adicionar portas e janelas.

Conclusão 

Agora que você já sabe o que faz um designer de interiores, já conhece tudo sobre profissão e sobre o curso na área, é hora de pensar nos próximos passos.   

Como vimos no artigo, o design de interiores é uma profissão em ascensão, com um mercado cada vez mais aquecido e necessitado de bons profissionais.  

Invista no seu futuro e considere cursar o tecnólogo em Design de Interiores EAD. Você pode ingressar na EAD CESMAC com a sua nota do Enem.  

E fica a dica: se você fez o Enem a partir de 2010, sua nota pode valer bolsas de estudo. Conheça nossas condições! 

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

Cursos EAD CESMAC

Veja mais conteúdos sobre EAD e educação

Vida de Vestibulando: 7 fatos que ninguém te conta

A vida de um vestibulando não é nada fácil! 
9 min de leitura

Engenharia agronômica: as oportunidades de carreira no agronegócio

Na hora de escolher a área de formação, muitas pessoas se deparam com uma dúvida. Afinal, o que é engenharia ...
22 min de leitura

Faculdade de Engenharia de Produção: estudos e mercado de trabalho

Você já pensou em fazer faculdade de Engenharia de Produção?
7 min de leitura
Ver mais conteúdossobre Cursos EAD CESMAC