Conheça nossos cursos
Conheça nossos cursos

ENEM

Redação sobre bullying: definição, estrutura e o que escrever

Mercado de Trabalho

Como montar o currículo de professor de educação física perfeito

ENEM

Redação sobre bullying: definição, estrutura e o que escrever

Por EAD CESMAC em Sep 22, 2022 2:29:00 PM | 6 min de leitura

E se você tiver que escrever uma redação sobre bullying no Enem deste ano? Você saberia como fazê-lo?

Essa é uma temática atual e que está em alta nos últimos anos, podendo aparecer de diversas formas no Enem — bullying na escola, no trabalho, em casa, na internet, entre outras possibilidades.

Por isso, é bom treinar esse de tema de redação, principalmente porque você pode estender o conhecimento sobre esse assunto para outras propostas, como assédio, racismo, saúde mental, entre outros.

Quer saber como escrever uma redação sobre bullying? Explicamos passo a passo neste artigo!

Aqui você vai ver:
A definição de bullying
Diferentes abordagens para a redação sobre bullying
A estrutura ideal de uma redação sobre bullying
O bullying pode aparecer nas questões do Enem?

Descubra os segredos para tirar nota 1000 no ENEM!

A definição de bullying

Bullying é uma forma de violência física ou psicológica praticada intencionalmente e repetidamente em um determinado ambiente. É comum, principalmente, dentro de escolas.

Em geral, as vítimas são pessoas com características, como peso, altura, raça, condição financeira e até mesmo nome, fora do padrão aceitável.

Contudo, também pode ocorrer devido a algum episódio vergonhoso ou, simplesmente, porque um grupo de pessoas decidiu implicar com algum indivíduo específico.

A palavra "bullying" deriva de “bully” (tirano ou brutal, em português) e foi cunhado pelo psicólogo Dan Olweus na década de 70.

>>> Leia também: Por que você deve fugir do nariz de cera na sua redação do Enem

Diferentes abordagens para a redação sobre bullying

Como o bullying pode aparecer na redação do Enem? Existem diversas abordagens! Confira algumas:

Bullying nas escolas

Embora o bullying possa ocorrer em qualquer lugar, o mais comum ainda é a escola.

Esse é um problema que afeta o desempenho acadêmico dos alunos e agrava a questão da evasão escolar no Brasil.

Além disso, provoca uma tendência ao isolamento, falta de atenção, desânimo, problemas psicológicos e diversas outras dificuldades para os estudantes.

Para completar, outra questão que vale se atentar é o aumento significativo de ataques em instituições de ensino nos últimos anos. Nos Estados Unidos, por exemplo, o número de tiroteios em escolas triplicou entre 2021 e 2022.

Mesmo que o bullying não seja o motivo principal em todos os casos, a maioria dos assassinos costumam ser vítimas de assédios e agressões.

Bullying no ambiente de trabalho

Você sabia que o bullying também pode acontecer no ambiente de trabalho? É quando ocorrem piadas, fofocas, ameaças e perseguições contra um funcionário em uma empresa.

Além de bullying, essas atitudes também se caracterizam como violência psicológica e assédio moral.

Atualmente, existem diversas ocorrências que rendem milhares de processos na justiça. Para você ter uma noção, a Justiça do Trabalho registrou mais de 52 mil casos apenas em 2021.

Bullying em casa

Sim, o bullying também pode ocorrer dentro da própria casa.

Quantos pais não aceitam as preferências dos filhos e abusam do seu poder para controlar a criança ou adolescente? Ou os próprios irmãos exageram nas brincadeiras e acabam ferindo o outro fisicamente ou psicologicamente?

Embora seja infelizmente comum, o bullying em casa pode ser bastante prejudicial para o desenvolvimento da criança.

Bullying e saúde mental

Uma das principais consequências do bullying são problemas de saúde mental. Essa é uma das abordagens do tema que está mais em alta ultimamente.

Pessoas que sofrem violência física ou psicológica sofrem tendem a sofrer mais com:

  • insegurança;
  • baixa autoestima;
  • ansiedade;
  • isolamento social;
  • depressão;
  • distúrbios alimentares;
  • irritabilidade;
  • entre outros problemas.

Bullying na internet

Sem dúvidas, você já viu alguém sendo “cancelado” na internet, certo?

Quando você para e observa, essa prática não é nada mais do que uma prática de bullying digital — também é chamado de cyberbullying.

Nesses casos, milhares de pessoas escolhem uma personalidade ou pessoa comum para atacar e ameaçar por causa de alguma discordância ou qualquer outro motivo.

Por ser um tema bem atual, pode ser uma abordagem que o Enem adotaria em uma redação sobre bullying.

>>> Leia também: 10 podcasts de história para você se preparar para o Enem

Redação sobre bullying - menino isolado ao centro com crianças apontando para ele

A estrutura ideal de uma redação sobre bullying

Você já sabe que o tipo de texto do Enem é o dissertativo-argumentativo, certo?

Nesse modelo, você precisa expor sua opinião sobre um assunto e apresentar sua fundamentação.

Em uma redação sobre bulying, assim como em outras temáticas, é essencial que você estruture o texto em três partes:

Introdução

Na introdução, você precisa mostrar o contexto do assunto, apresentar o tema e introduzir sua tese em cerca de 5-6 linhas.

É possível começar seu texto de diversas formas: com um fato histórico, música, série, comparativo geográfico, dado estatístico, entre outros.

Para isso, é essencial que você tenha repertório sociocultural sobre o assunto. Abaixo, trazemos alguns casos, séries, filmes, frases e dados que podem ajudá-lo a construir sua introdução:

Desenvolvimento

Nessa parte, você deve apresentar seus argumentos para sustentar sua tese em torno da temática.

Você precisa utilizar parte do repertório para embasar sua opinião e saber articular bem os parágrafos, sempre de forma coerente.

Conclusão

Por fim, é essencial que você encerre o texto trazendo uma solução para os problemas apresentados.

Essa conclusão deve contar: o que fazer, como fazer, quem vai resolver e com qual objetivo.

>>> Leia também: Redação sobre pandemia: estrutura, repertório e o que escrever

O bullying pode aparecer nas questões do Enem?

Com certeza! Mesmo que não seja o tema da redação, o bullying pode aparecer em questões no Enem de diversas formas.

No Enem 2019, por exemplo, a temática apareceu na seguinte questão:

imagem questão Enem 2019

Pela análise do conteúdo, constata-se que essa campanha publicitária tem como função social

a) propagar a imagem positiva do Ministério Público.
b) conscientizar a população que direitos implicam deveres.
c) coibir violações de direitos humanos nos meios de comunicação.
d) divulgar políticas sociais que combatem a intolerância e o preconceito.
e) instruir as pessoas sobre a forma correta de expressão nas redes sociais.

Gabarito: B

Por esse motivo, é sempre bom se atentar ao assunto e conhecer bem o tema.

Use sua nota do ENEM para ganhar uma bolsa de estudos!

E então? Como você escreveria uma redação sobre bullying? Agora que você já sabe como essa pauta pode aparecer no exame, aproveite para treinar bastante e colocar seu conhecimento em prática.

Com dedicação, certamente você alcançará uma nota alta na redação e estará mais perto da faculdade dos seus sonhos!

ENEM

Veja mais conteúdos sobre EAD e educação

As reações explicadas pela cinética química [Química no Enem]

Está se preparando para a prova de Ciências da Natureza do Enem? Não esqueça de incluir no seu roteiro de estudos a ...
7 min de leitura

O que falar em uma redação sobre racismo?

O que você escreveria em uma redação sobre racismo no Enem? Esse é um tema bem abrangente, então, você pode ter ...
7 min de leitura

Qual a diferença entre forças intramoleculares e intermoleculares?

O conteúdo de forças intramoleculares e intermoleculares aparece com frequência no Enem. Se você não tem muita ...
4 min de leitura
Ver mais conteúdossobre ENEM