Conheça nossos cursos
Conheça nossos cursos

ENEM

Redação sobre democracia: estrutura, repertório e o que escrever

ENEM

Redação sobre bullying: definição, estrutura e o que escrever

ENEM

Redação sobre democracia: estrutura, repertório e o que escrever

Por EAD CESMAC em Aug 23, 2022 4:34:00 PM | 7 min de leitura

Em 2022, acontecem as eleições para presidente da república, governadores, senadores, deputados federais e deputados estaduais. Com isso, o debate em torno da democracia se aquece, tendo grandes chances desse assunto ser explorado na prova no Enem.

Se essa fosse uma temática abordada na redação, você saberia escrever sobre a democracia?

Nosso regime atual de governo levanta uma série de debates na sociedade — o que é um prato cheio para o Enem.

Nesse artigo, explicaremos como a democracia pode ser abordada no exame e como escrever uma redação nota 1000 sobre o tema. Fique conosco!

Aqui você vai ver:
Mas o que é democracia, afinal?
Como a democracia pode ser abordada no Enem
A estrutura ideal para uma redação sobre democracia
A importância dos textos motivadores e do repertório sociocultural
Exemplo de redação sobre democracia

Descubra os segredos para tirar nota 1000 no ENEM!

Mas o que é democracia, afinal?

Democracia é um regime político cujo poder é exercido pelos cidadãos elegíveis. Em grego, “demos” significa “povo” e kratos é “poder”, ou seja, democracia seria “poder do povo”.

A Constituição Federal Brasileira, nosso maior símbolo democracia, diz:

“Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição.”

Isso significa que é responsabilidade da população escolher os seus representantes. Qualquer cidadão elegível — no caso do Brasil, uma pessoa, natural ou naturalizada no país, com mais de 18 anos — pode exercer esse direito.

Características de uma democracia

A democracia possui características bem específicas e fundamentais. São elas:

  • direito ao voto;
  • liberdade de expressão;
  • acesso à informação;
  • busca pela igualdade.

Como a democracia pode ser abordada no Enem

Embora a democracia seja um conceito bem antigo, datado desde 510 a.C na Grécia Antiga, o regime é relativamente novo no Brasil e ainda levanta uma série de debates, principalmente em ano de eleição, como 2022.

Por isso, pode ser uma boa aposta para a redação do Enem. Confira algumas formas que esse assunto pode aparecer:

Protestos

Um dos grandes princípios da democracia é a liberdade de expressão. Então, nesse contexto, a população pode se unir para manifestar sua opinião sem censura ou repressão violenta.

Contudo, nem sempre isso é observado, principalmente em épocas de eleição. Em diversos momentos, ocorre uma repressão violenta de manifestações com a utilização de gás de pimenta, por exemplo.

Além disso, existe a diferença entre vandalismo e protesto, que também pode servir como pauta.

Crises econômicas

Após a pandemia, não apenas o Brasil, como também diversos outros países estão enfrentando crises econômicas. Em 2022, a projeção para a inflação é de 7,96% (pelo menos até julho).

Nesses momentos, como fica o princípio de busca pela igualdade? A parcela da população menos favorecida é mais afetada e a desigualdade fica ainda maior.

O Enem pode abordar esse aspecto de diversas maneiras — caminhos para combater o problema é um bom exemplo.

Redação sobre democracia - pessoa segurando caneta e escrevendo em caneta

Corrupção

Na teoria, o povo escolhe os governantes para representar seus interesses, mas na prática não funciona bem assim. Atualmente, o Brasil ocupa a 96ª posição no IPC (Índice de Percepção da Corrupção), que classifica 180 países pelos níveis de corrupção percebidos no setor público.

Essa problemática levanta diversos debates que podem aparecer em uma redação sobre democracia no Enem, como a escolha dos políticos pela população, bem como as possíveis soluções para a resolução dessa questão.

Direitos iguais

Segundo a Constituição Federal:

“Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes.”

No entanto, será que esse princípio funciona na prática? Homens e mulheres são tratados iguais na sociedade? Negros e brancos tem acesso às mesmas oportunidades?

É um debate interessante sobre a democracia para uma redação.

A estrutura ideal para uma redação sobre democracia

A estrutura de redação sobre democracia é a básica para qualquer tema: um texto dissertativo-argumentativo.

Basicamente, esse é um modelo de texto dividido em três partes: introdução, desenvolvimento e conclusão. Confira como fazer:

Introdução

Nessa parte inicial, o objetivo é contextualizar o assunto, apresentar o tema da redação e a sua tese em cerca de 5 a 6 linhas.

Na parte da contextualização, você pode utilizar seu repertório sociocultural e:

  • trazer um dado histórico — como a história da democracia no Brasil;
  • explicar o conceito — utilizando o significado da palavra, por exemplo;
  • usar algum dado estatístico — tipo algum índice sobre a desigualdade;
  • apresentar a citação — como um trecho da constituição;
  • falar de algum filme, série ou livro relacionado.

Em seguida, conecte com o tema e fale do seu ponto de vista sobre o assunto.

Desenvolvimento

Logo depois, vem a parte argumentativa, em que você deve selecionar de dois a três argumentos válidos para defender sua tese.

Além disso, é necessário utilizar também um bom repertório sociocultural para embasar seus argumentos.

Dentro da redação, o melhor é ter pelo menos três repertórios relacionados ao tema, sendo um para introdução e dois para os argumentos.

Entre um parágrafo e outro, é importante utilizar conectivos — ademais, além disso, primeiramente e em segundo lugar, por exemplo — para colaborar com a coesão e coerência do texto.

Nessa parte, também tome cuidado com a prática de nariz de cera.

Conclusão

Por último, é preciso elaborar sua proposta de intervenção para acabar ou amenizar os problemas apresentados ao longo do texto. Essa proposta deve conter solução, agente responsável, meio de resolução e objetivo final.

A importância dos textos motivadores e do repertório sociocultural

Uma redação sobre democracia pode abordar múltiplos aspectos da sociedade.

Por isso, é essencial ler os textos motivadores e consumir diversos tipos de conteúdo para saber qual caminho seguir.

Confira algumas ideias de repertório sociocultural que você pode utilizar:

  • Constituição Federal de 1988;
  • História da democracia no Brasil;
  • Documentário “Democracia em Vertigem”;
  • Podcast de história “Escriba Café”
  • Série “House of Cards”;
  • Música “Que País é Esse” de Legião Urbana;
  • Estatística sobre desigualdade social;
  • Citação de Nelson Mandela: “Democracia com fome, sem educação e saúde para a maioria, é uma concha vazia”.

Exemplo de redação sobre democracia

Em 2002, o tema da redação do Enem foi “O direito de votar: como fazer dessa conquista um meio para promover as transformações sociais de que o Brasil necessita?”.

Observe um exemplo de redação nota 1000 sobre essa temática:

A equação da democracia

Comícios estudantis. Diretas já! “Caras-pintadas.” O que se percebe de comum nesses movimentos é a maciça participação do público jovem. A luta para adquirir a liberdade e os direitos políticos foi muito bem representada, mas será que acabou? É preciso alertar a sociedade de que somente com o esforço comum e o ímpeto de bravura de nossos jovens poderemos concretizar a conquista alcançada, e verdadeiramente promover as transformações sociais de que o país necessita.

O direito de escolher, por eleições diretas, o próprio governante representou uma grande vitória no quadro político-social do Brasil. O movimento das Diretas Já foi o primeiro passo, e apesar de não ter alcançado de imediato seu objetivo, conseguiu acender na sociedade uma chama muito forte: a da necessidade de busca pela participação política a reivindicação de melhorias sociais.

Nessa perspectiva, o que se observa é que o voto é um instrumento muito valioso que foi dado ao eleitor brasileiro. É a nítida certeza de que algo pode ser mudado se as pessoas buscarem sua própria consciência política. Seria, no entanto, utópico pensar em conscientização se antes não for dada ao povo a noção dos seus próprios direitos. É necessário implantar nas instituições educacionais disciplinas que promovam justamente o ensino da cidadania, dos deveres e direitos, e de como lutar, de forma inteligente, por melhores condições sociais, políticas, econômicas e até afetivas.

Diante de um povo mais consciente de sua significância na política nacional, a inércia e a imparcialidade da sociedade serão deixadas de lado. Com a promoção de tais mudanças, o povo estará mais alerta para escolher seus candidatos e exigir, tanto antes quanto depois das eleições, a realização das promessas feitas durante o período eleitoral. A população não ficará mais míope, e conseguirá enxergar que a luta pelo interesse comum deve suplementar as vontades pessoais e partidárias, e que a participação popular, no voto e nos projetos, é de extrema necessidade e grandiosa responsabilidade.

O ensino dos direitos políticos, portanto, torna-se uma disciplina indispensável na educação do cidadão brasileiro. Educar baseando-se na equação “conteúdo+conscientização” irá, com toda certeza, promover o enriquecimento do quadro histórico nacional. Caso mudanças como essa sejam alcançadas, e se tornem uma nova conquista, assim como o direito de votar foi, não haverá mais dúvidas quanto ao voto ser facultativo ou obrigatório. Surgirá uma nova perspectiva de prosperidade dentro da sociedade, a participação será em massa e homogênea, e o povo realmente entenderá o verdadeiro significado da palavra democracia.

Use sua nota do ENEM para ganhar uma bolsa de estudos!

Gostou de entender como fazer uma redação sobre democracia? Sabia que saúde mental é outra tema que também está em alta para o Enem? Aproveite e confira aqui como esse assunto pode ser abordado na redação do Enem!

ENEM

Veja mais conteúdos sobre EAD e educação

Redação sobre bullying: definição, estrutura e o que escrever

E se você tiver que escrever uma redação sobre bullying no Enem deste ano? Você saberia como fazê-lo? Essa é uma ...
6 min de leitura

Como fazer uma redação sobre meio ambiente + Exemplos

Meio ambiente é um assunto que aparece todos os anos no Enem, especialmente na prova de Ciências da Natureza e suas ...
9 min de leitura

Termoquímica: resumo para se dar bem no Enem

Está precisando de um super resumo de termoquímica para estudar? Segundo a Coletânea Enem, criada pelo Sistema ...
5 min de leitura
Ver mais conteúdossobre ENEM