<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=2736481836612313&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
Conheça nossos cursos
Conheça nossos cursos

Mercado de Trabalho

"Síndrome da cabana": o medo de sair de casa após a quarentena

ENEM

O que é decaimento radioativo [Química no Enem]

Mercado de Trabalho

"Síndrome da cabana": o medo de sair de casa após a quarentena

Vitória Miranda Visnievski
Por Vitória Miranda Visnievski em Jan 25, 2022 10:13:17 AM | 5 min de leitura

A volta às atividades presenciais após a quarentena trouxe à tona uma questão que já vinha preocupando muita gente desde o início da pandemia: a dificuldade de ressocialização após o isolamento social.

Também chamada de síndrome da cabana, essa ansiedade associada ao reencontro com outras pessoas vem sendo observada por muitos psicólogos.

Na maioria das vezes, o desconforto social acaba sendo eventualmente superado. Mas essa dificuldade pode ser bastante elevada para quem já sofre com fobia social, por exemplo, ou outros quadros psicológicos.

Acompanhe a leitura para saber como lidar com o estresse causado pelo retorno aos eventos sociais.  

 

O que é a síndrome da cabana 

Principais sintomas 

Como lidar com a síndrome da cabana para voltar a sair de casa

Como saber quando é hora de pedir ajuda profissional?

Conclusão

New call-to-action

 

O que é a síndrome da cabana 

 

Apesar de a pandemia ainda não ter acabado e de viver-se um temor pelo surgimento de novas variantes, muitos países respiram uma fase mais tranquila e as atividades presenciais estão sendo retomadas com certo cuidado. 

Nesse contexto, “síndrome da cabana” é um termo que vem sendo usado para denominar o estresse ou a ansiedade gerados pelos reencontros sociais após a pandemia de Covid-19.

A palavra não representa um conceito clínico ou científico, no entanto, foi popularizada em matérias jornalísticas.  Alguns especialistas, como psicólogos e psiquiatras, reconhecem os sintomas descritos como uma condição natural do ser humano neste período de saída da quarentena, a qual todos devem passar em maior ou menor grau.

Contudo, é preciso estar atento aos sintomas muito intensos e persistentes, que caracterizariam a chamada "Síndrome da cabana". Mais recentemente, o distúrbio ganhou o nome de FOGO - fear of going out -, e vem sendo utilizado para referir-se à resposta emocional considerada desproporcional que algumas pessoas apresentam diante das reaberturas da economia pós-quarentena.

sindrome-da-cabana-o-medo-de-sair-de-casa-apos-a-quarentena-Mulher sentada em sofá cinca abraça as pernas e esconde o rosto sobre os joelhos.

 

Principais sintomas 

 

Os sintomas da síndrome da cabana são de ansiedade social e estão associados à saída de casa para eventos em grupo.

O quadro pode variar, mas, em geral, a pessoa pode sentir um ou mais dos sintomas abaixo:

  • Preocupação excessiva
  • Expectativa apreensiva
  • Desespero com descarga de adrenalina 
  • Taquicardia
  • Falta de ar
  • Palidez cutânea 
  • Sudorese
  • Dificuldade para dormir ou sonolência excessiva
  • Desânimo ou tristeza
  • Falta de vontade de sair

principais-sintomas-Duas mulheres conversam enquanto seguram copos de café.

 

Como lidar com a síndrome da cabana para voltar a sair de casa 

 

Conforme uma matéria da BBC News Brasil, o Centro Nacional de Ansiedade Social dos Estados Unidos aconselha ter em mente que “cada um de nós agora é, até certo ponto, socialmente desajeitado".

Nesse sentido, é recomendável entender qualquer desconforto ou falta de habilidade durante contatos presenciais como algo normal.  

Para driblar o constrangimento inicial nos encontros com amigos e conhecidos, a dica é abordar como você se sente ao encontrá-los novamente. Fale sobre o desconforto que você sente em relação aos encontros presenciais e como você está lidando com esse novo momento.

Vale ressaltar que a falta de interações sociais deixou nosso cérebro despreparado para certas situações, por isso é natural esquecer palavras, perder-se em um raciocínio ou não saber como começar e terminar as conversas. Procure citar estes assuntos na conversa e encare as gafes com bom humor.

Manter o uso de máscaras e usar os cumprimentos naturalizados durante a pandemia, como o toque de cotovelos e o cumprimento com a mão fechada, também ajuda a diminuir a apreensão relacionada ao contato físico.

Por fim,  é importante expor-se mais vezes a estas situações desconfortáveis, para naturalizar os encontros presenciais e superar a síndrome da cabana.

 

como-lidar-com-a-sindrome-da-cabana-para-voltar-a-sair-de-casa-Homem e mulher cumprimentam-se tocando os cotovelos.

Como saber quando é hora de pedir ajuda profissional? 

 

As reações adversas relacionadas à retomada das atividades presenciais costumam ser passageiras, de modo que a maioria das pessoas se acostuma com a nova realidade após alguns encontros. 

Dito isso, um bom meio de saber se você precisa de ajuda profissional é expor-se aos encontros presenciais e observar os seus sintomas após alguns testes de interação social. 

Caso os sintomas persistam por mais de três ocasiões, é bom procurar um psicólogo e conversar sobre a sua dificuldade. Os sintomas podem estar associados a um quadro de fobia social ou a outras características que já estavam com você antes da pandemia.

como-saber-quando-e-hora-de-procurar-ajuda-profissional-Terapeuta faz anotações em prancheta enquanto paciente, de máscara, gesticula sentado no sofá.

 

Conclusão

 

A chamada síndrome da cabana é uma reação natural dos indivíduos após um período de isolamento social, especialmente dentro de um contexto em que o contato físico representa risco de vida.

A única forma de superar o quadro é expor-se às situações de interação social, com os devidos cuidados, e entender o desconforto como parte do processo.

A tensão excessiva e persistente após várias ocasiões é um sinal para a busca de ajuda profissional.

 

Gostou de saber um pouco mais sobre o significado do termo síndrome da cabana? O blog do CESMAC EAD está sempre trazendo novos conteúdos relevantes para a sua trajetória acadêmica e profissional. Acompanhe! 😉

 

Confira outros artigos que podem ser úteis:

 

Como fazer um currículo perfeito para o mercado de trabalho? Descubra aqui!

12 conhecimentos indispensáveis para o seu futuro profissional

Como ser produtivo? 10 dicas para o trabalho home office

Mercado de Trabalho

Veja mais conteúdos sobre EAD e educação

Como funciona o período de experiência, de acordo com a CLT

Se você está começando um novo trabalho, provavelmente deve ter recebido a orientação de que nos primeiros meses ...
5 min de leitura

Ainda não sabe qual o seu estilo de gestão? Conheça a liderança situacional

Liderar uma equipe e coordenar as atividades de uma área é o sonho de muitos profissionais. Mas, ao chegar em uma ...
7 min de leitura

Entenda o que é distimia, um dos tipos de depressão menos conhecidos

A distimia é um transtorno bastante parecido com a depressão, que se difere em intensidade e no período de duração. 
13 min de leitura
Ver mais conteúdossobre Mercado de Trabalho